Macedo de Cavaleiros

Município homenageia tripulantes do helicóptero do INEM que se despenhou em dezembro

Publicado por Glória Lopes em Qua, 2019-06-26 17:19

A Câmara de Macedo de Cavaleiros vai homenagear, a título póstumo, os quatro profissionais de equipa de socorro do helicóptero do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) que morreram quando o aparelho se despenhou na zona de Valongo, no dia 15 de dezembro do ano passado. O louvor será atribuído no próximo sábado, Dia da Cidade e feriado no concelho, sob a forma da Medalha de Mérito Municipal de Valor e Altruísmo, Grau Ouro, que será entregue à família ou a representantes da tripulação do helicóptero que estava estacionado em Macedo de Cavaleiros e que saiu para uma emergência, acabando por cair no regresso à base matando todos os ocupantes, nomeadamente os dois pilotos, um médico e uma enfermeira. Será ainda descerrada uma lápide em memória destes profissionais no heliporto municipal, "a pedido dos colegas", adiantou o presidente da câmara, Benjamim Rodrigues, ao Mensageiro.
A ministra da Saúde, Marta Temido, deverá estar presente na homenagem, bem como responsáveis do INEM.
Na mesma cerimónia serão também condecorados o próprio INEM e Filipe Serralva, médico que faz serviço de emergência no helicóptero e que muito se empenhou pela permanência do serviço de emergência aérea em Macedo de Cavaleiros. "Já estava prevista fazer uma homenagem ao INEM e a Filipe Serralva, mas agora faz todo o sentido homenagear também tripulação que morreu de uma forma trágica, no acidente com o helicóptero do INEM. É uma homenagem merecida. Quanto ao INEM, ao longo destes anos tem desempenhado um serviço em prol de toda a região, via terrestre e aérea, de forma exemplar e com muitas vidas salvas’, explicou o autarca.
O helicóptero regressava à base em Macedo de Cavaleiros, a 15 de dezembro, após ter realizado uma missão de emergência de transporte de uma doente grave, com 73 anos, com problemas cardíacos para o Hospital de Santo António, no Porto. Depois de ter descolado pelas 18h30, tendo como destino ao heliporto macedense, onde acabaria por nunca chegar, caiu na zona de Valongo