Alfândega da Fé

Santuário dos Cerejais acolhe uma nova congregação na diocese

Publicado por Glória Lopes em Qui, 2019-12-05 11:54

A diocese de Bragança-Miranda acolhe uma nova congregação religiosa, a das Irmãs Franciscanas de Nossa Senhora das Vitórias (Irmãs Vitorianas), que a partir do próximo domingo, dia 8, estará oficialmente no Santuário do Imaculado Coração de Maria dos Cerejais e na Fundação canónica Cónego Joaquim Ochoa, no concelho de Alfândega da Fé, e disponível para a Unidade Pastoral de São Bartolomeu dos Mártires. A congregação foi apresentada durante a abertura do ano litúrgico-pastoral, no sábado, em Vila Flor, pelo bispo diocesano, D. José Cordeiro, que deu graças a Deus “por mais esta dom e esta presença na nossa diocese”. A nova congregação religiosa tem por carisma “a caridade, vínculo da perfeição”.
A escolha de Bragança-Miranda “partiu da relação pessoal e da amizade que durante 12 anos criamos no tempo em que eu estive em Roma, no Pontifício Colégio Português, onde elas continuam a servir”, explicou D. José Cordeiro. A Congregação das Irmãs Franciscanas de Nossa Senhora das Vitórias fundada em 15 de Janeiro de 1884, no Funchal (Ilha da Madeira), por Mary Jane Wilson, Irmã Maria de S. Francisco, com o objetivo de evidenciar ao mundo os valores do Reino de Deus e colaborar na missão salvadora de Cristo, através do ensino, enfermagem, cuidado às crianças e aos idosos, promoção humana, catequese, pastoral a jovens e adultos. Foi co-fundadora Amélia Amaro de Sá, Irmã Maria Elisabeth de Sá. A diocese passa a contar com cinco congregações femininas, duas congregações masculinas, uma comunidade feminina de clausura, um instituto secular, uma ordem e uma comunidade monástica feminina. Numa altura em que algumas congregações abandonam as regiões onde estão instaladas, a Diocese de Bragança-Miranda torna-se um território de atração. “É um dom de Deus, uma graça de Deus que nunca nos cansamos de agradecer”, observou o bispo diocesano. Recorde-se que as Irmãs italianas da Ordem Cisterciense da Estrita Observância (Trapistas) vão instalar-se em Palaçoulo, concelho de Miranda do Douro, onde estão a construir o mosteiro Trapista de Santa Maria, Mãe da Igreja.
D. José Cordeiro presidirá à Eucaristia na Igreja Matriz de Alfândega da Fé, às 11h30 do próximo domingo, e às 14h30 na Capela da Santíssima Trindade, no Santuário do Imaculado Coração de Maria