Futebol Distrital

Estudantes Africanos dão a volta ao Sendim

Publicado por Guilherme Moutinho em Qui, 2019-12-12 17:22

Os Estudantes Africanos venceram, este domingo (8), o Sendim, por 3-2, em jogo da 8ª jornada do Campeonato Distrital AF Bragança, num encontro em que os comandados de Carlos Garcia estiveram a perder.

O Sendim adiantou-se no marcador aos 5', após conversão de uma grande penalidade pelo goleador Henrique, a castigar falta de Paulo Cruz sobre Caio. Uma entrada a todo o gás dos sendinenses que iriam aumentar a vantagem, aos 13', por Francisco Silvano, a finalizar, com frieza, na área dos Estudantes. A equipa da cidade de Bragança ainda iria reduzir a desvantagem para 2-1, com golo de livre direto marcado por Alex Soares, aos 45'. Um remate rasteiro e colocado que não deu hipótese a Bruno Faria. Um golo ao cair do pano que serviu de tónico para a reviravolta que iria surgir. No segundo tempo, os Estudantes mexeram muito no ataque e viram Alex Soares a empatar a partida de grande penalidade, aos 70', após falta de Nilton. O defesa sendinense viu o 2º cartão amarelo e foi expulso, condicionando a prestação da sua equipa. Minutos antes, Marcos Santos, já no banco de suplentes, recebeu ordem de expulsão por palavras. Por palavras, foi também expulso o Diretor do Sendim, Carlos André, já no final da partida. Empate atingido e emoções ao rubro. Quando já se adivinhava a divisão dos pontos surge o golo de Rui Tavares, aos 92', a desviar um livre de Alex Alves perante um Sendim incrédulo.

Com este resultado, os Estudantes Africanos mantém-se na liderança do campeonato com 21 pontos, enquanto o Sendim soma os mesmos 12 pontos com que partiu para esta jornada. Na próxima jornada, os Africanos visitam Macedo e Sendim recebe o Carção. As partidas estão marcadas para 15 de dezembro, às 15:00.

 

Declarações após a partida

 

 

"Entrámos distraídos e mostrámos falta de concentração. Na segunda parte jogámos melhor que na primeira. Ganhámos bem contra uma grande equipa. O Sendim têm um plantel muito bom que vai dar luta a muita gente. Andar na frente é bom, motiva a trabalhar e a fazer melhor. Sem euforias." Carlos Garcia, treinador dos Estudantes Africanos.

 

"Jogámos com 10 durante 25'. Esse foi o fator diferenciador. A equipa dos Africanos é muito boa e bem preparada. No lance do 3-2 a decisão da arbitragem é errada. O lance não é para falta e faltando um minuto contra jogadores possantes é complicado. Os meus jogadores estão preparados para dar uma boa resposta no próximo encontro. Nós trabalhamos no limite e os frutos estão a dar." Vítor Reis, treinador do Sendim.