A opinião de ...

Em muitas cidades, desde Portugal ,  temos em frente ás Câmaras municipais, nas repartições publicas, nas escolas, pais natais e árvores de Natal iluminadas e profundamente belas. Mas onde está a causa do Natal ? não é o nascimento do Menino Deus que festejamos neste dia ?
Que o Menino Jesus que falta nas ruas das cidades esteja e entre em vossas casas, vos ajude a partilhar a abundancia do vosso amor e que a doçura das vossas mesas seja espelho desse amor Cristão que devemos honrar nesta quadra!
Um Santo e Feliz Natal!
 
Ponha os mais pequenos na cozinha !

Sex, 2014-12-19 10:12

QUESTÃO: “…no final de cada ano há sempre muitos pedidos de apoio feitos por instituições. Para que os donativos possam entrar no nosso IRS, o que devemos exigir?...”
 
RESPOSTA:-(elaborada em 15/12/2014)-Efetivamente a época natalícia propicia sempre uma motivação extra para gestos de solidariedade. A frase lapidar “Natal é sempre que um homem quiser”, deverá ser aplicável às liberalidades que queiramos fazer em qualquer período do ano, dadas as necessidades que continuamente se vão verificando na sociedade.

Qui, 2014-12-18 14:55

Ao contrário dos possuidores de sistemática presença do Natal, a fremente quadra surge fragmentada na minha memória, escorada em acontecimentos intensos que balizam o calendário dos anos. A radiosa exaltação do Menino Deus deitado entre S. José e a Virgem Maria, aquecido pelo bafo do burrinho e da vaquinha, rodeados de musgo, no presépio de Lagarelhos, faísca pormenorizada.

Qui, 2014-12-18 14:52

- Escolha brinquedos adequados À idade e desenvolvimento da criança a que se destina;
- Leia os avisos de segurança e as instruções de utilização. Se não existirem ou não estiverem em português, opte por outro brinquedo;
- Passe a mão pelas arestas, pontas e bordos e certifique-se de que não existe o risco de magoarem a criança;
- Verifique se tem pelas pequenas que possam ser arrancadas com facilidade (por exemplo todas, olhos ou pelos) e que caibam dentro de um rolo vazio de papel higiénico. Em caso afirmativo, opte por outro produto;

Qui, 2014-12-18 14:50

Pertenço ao lote daqueles que se orgulham de haverem subido a pulso a corda da vida, sem privilégios. Ainda assim, e defensor do figurino da meritocracia, nunca privei com esta; ao invés, nos momentos em que me coube montar cavalos nas etapas diversas do meu percurso, vi-me no dorso de azémulas sem préstimo. Detentor de escolaridade relativamente longa e de qualificações que me aprazem e satisfazem, levanto o olhar e deparo-me com tantos a quem forças várias guindaram a lugares mais cómodos e dourados do que merecidos.

Qui, 2014-12-18 14:49

Desde há muito que me questiono sobre a representatividade dos deputados na Assembleia da República. Diz a Constituição no seu número 2 do art. 152º que “Os Deputados representam todo o país e não os círculos por que são eleitos” e contudo estes são eleitos por círculos eleitorais em listas fechadas (não é possível um candidato numa lista substituir alguém de uma lista diferente).

Qui, 2014-12-18 14:46

No inicio dos anos 80, sendo presidente da câmara de Vila Real, Dr. Armando Moreira, o Aeródromo da nossa terra começou a ter alguma visibilidade pelo interesse demonstrado com as carreiras do TAP Regional, as quais começaram a ligar as cidades de Bragança, Vila Real, Viseu até Lisboa, criando nos Vila-realenses expectativas quanto á utilidade do nosso Aeródromo, face á sua utilização em termos comerciais.

Qui, 2014-12-18 14:41

Somos, de facto, o mais bizarro habitante do planeta terra. A verticalidade conseguida por mecanismos de mutação genética e habituação ao meio trouxeram-nos até aqui: humanos, de coluna vertebral erecta. As espécies proliferaram mas nós, com capacidades de raciocínio acima de todos os outros ganhamos, por acumulação intemporal, a alma e os afectos.

Qui, 2014-12-18 14:33

É tão comum, quanto natural, falar ou escrever sobre o Natal, que muitas vezes, se banaliza e não se vive e analisa o seu verdadeiro significado.
Este ano, apetece-me escrever sobre a simplicidade do Natal da minha meninice. Passado e vivido numa aldeia, onde, na altura, não ainda não havia telefone, energia elétrica, rede de abastecimento água potável, ou mesmo qualquer ligação rodoviária. Talvez, por isso, afetivamente, o Natal, naquele nosso mundo rural, fosse vivido e sentido de maneira diferente.

Qui, 2014-12-18 10:18

Tal como a maior parte das pessoas, gosto do Natal. Gosto do Natal, pelo que é e pelo que representa, sobretudo ao nível espiritual, ético e afetivo. Porém, detesto toda a loucura consumista e oportunismo comercial que está associado à quadra natalícia. Até parece que se pensa em tudo, menos no que o verdadeiro espírito natalício significa, ou devia significar para as pessoas, para as famílias.

Qui, 2014-12-18 10:16

Uma receita para que prepare a sua Ceia de Natal com uma sobremesa nova mas com fortes tradições e ligações a Trás-os-Montes é que as tradições também se criam e usar produtos da nossa região na Noite maior do ano é sem duvida manter viva a ligação ao tempo e espaço onde vivemos e temos as nossas raízes.
 
250 g de açúcar mascavado
1 dl de água
200 g de manteiga
1 lata de leite condensado
5 ovos
150 g de farinha de castanhas
50 g de farinha de trigo  
1 colher de sobremesa de fermento em pó

Qui, 2014-12-11 12:08

Oulibales, Dius boa deia
ls janeiros
d’augadeiros,
ls agostos d’auga al pie,
ls aires primaberiles,
buossas froles anresairadas;
i las augas ourtonhales
buossas azeitunas moradas.

António Machado, Campos de Castilla

Qui, 2014-12-11 12:05

Os ideais norteadores do posicionamento cívico perseguem-me desde sempre, mantêm-se inalterados desde o assumir da consciência. O enquadramento em determinado movimento político, sem filiação, colou-me, em dois grupos económicos distintos, etiqueta de reaccionário e comunista. De sempre, desde o vinte e cinco de Abril, o PS, da esquerda democrática, carrega esta cruz.
Um dos objectivos da Revolução dos Cravos, o da Igualdade, se conseguido, mesmo que por aproximação, engrandeceria Portugal e levaria para lá das águas os Heróis do Mar que tanto nos orgulhamos de ser.

Qui, 2014-12-11 12:02

Confesso o meu privilégio e enorme prazer por ter tido a oportunidade de participar como convidado na belíssima e bem organizada cerimónia das celebrações festivas de elevação do santuário de Senhor Santo Cristo da freguesia de Outeiro, concelho de Bragança a basílica menor, por decisão de Sua santidade o Papa Francisco, para quem o mundo olha agora surpreendido e esperançado em Tempos Novos portadores da paz e justiça a toda a Humanidade.

Qui, 2014-12-11 12:01

A última semana trouxe-nos uma notícia esquiva: os judeus europeus estão a abandonar a Europa e a emigrar ou para Israel ou para os Estados Unidos da América (EUA), queixando-se de antissemitismo.
Comecemos por enquadrar o leitor dizendo que o antissemitismo é um movimento contra os judeus e contra Israel e contra tudo quanto a história e cultura destes representam. O antissemitismo tem várias origens, repetiu-se ao longo da história, mas a vaga actual é de origem religiosa e, mais uma vez, de origem económica.

Qui, 2014-12-11 12:00

22 de Novembro: almoço de excepção, no Restaurante Nobre - da macedense Justa Nobre -, em Lisboa, para lançamento de António Manuel Monteiro, Comidas Conversadas. Memórias de Herança Transmontana, com que Virgílio Nogueiro Gomes decidiu inaugurar a Colecção Gastronomia & Cultura na Âncora Editora. Sem longos discursos, e sessão de autógrafos no fim, tivemos um sábado de encher peito e alma, bebendo, no meu caso, além de um Consensual, as «conversas gastrófilas» (p.

Qui, 2014-12-11 11:55

Fui acompanhando de perto as notícias envolvendo o caso, desde o rapto da criança, da responsabilidade do pai, em território nacional, à decisão da justiça, em solo francês, para onde aquela fora deslocada. Em resumidos traços, fiquei a entender que o decisório judicial francês, tendo em conta a ausência de consenso dos progenitores relativamente à guarda da criança, entretanto institucionalizada, fez prevalecer a justiça portuguesa, entregando a mesma aos cuidados da mãe, ainda que provisoriamente e segundo o meu (a)percebido.

Qui, 2014-12-11 11:53

Tremendos rugidos ressoam na paisagem social portuguesa. As caixas de ressonância só não penetram nas comunidades monásticas votadas ao silêncio. Não tenho conhecimento capaz de enunciar mesmo que modestamente a construção modular do silêncio do monaquismo egípcio que intuímos nos escritos de João Cassiano, muito menos sobre a alegria de todos quantos praticavam a disciplina da omissão da palavra a favor da prática do mutismo.

Qui, 2014-12-11 11:52

A crise económica e financeira ameaça agravar o Outono Ocidental em que nos precipitaram governos afastados das necessidades dos povos que lhes aconteceu governar. Um dos acontecimentos mais inquietantes dos crescentes cortes de confiança entre os governos, que também neste domínio sofrem os contágios da globalização, foi a surpreendente revelação de Wikileaks ao tornar públicas as tensões entre os Estados e os atores da Web, como ali evidenciaram Thomas Gomart e Julíen Nocetti, embora o conflito possa ser definido invertendo a ordem dos envolvidos.

Qui, 2014-12-11 11:50

Estamos no tempo dos marmelos e temos que aproveitar… deixo pois aqui uma receita bem simples para o seu fim de semana agora com frio uma sobremesa que aquece até a alma.
Ingredientes:

5 marmelos
100 g de uvas passas
100 g de manteiga amolecida
200 g de farinha de trigo
100 g de açúcar amarelo
Canela em pó para polvilhar
Açúcar para polvilhar
 
Confeção:
Descasque e corte em cubos os marmelos , envolva com as uvas passas, coloque no fundo de um pirex e polvilhe com canela e açúcar.

Qui, 2014-12-04 16:27

Assinaturas MDB