A opinião de ...

O Papa Francisco fez publicar recentemente a exortação “Evangelli Gaudium”. Leio essa exortação como um alerta muito sério aos dirigentes das nações de todo o mundo, para que travem toda a forma de capitalismo selvagem e, com o pretexto de resolverem a crise, não persistam em castigar de forma desproporcionada e injusta os mais indefesos. É assim que leio a exortação papal.

Qua, 2013-12-18 18:18

É uma frase feita, a do Natal durante o ano inteiro. Temo que não passe disso mesmo. No entanto, se agora existem excepções a confirmarem a regra, no antecedente, pelo menos até à década de setenta do século findo, nas aldeias, vilas e na cidade, quase posso afirmar com certeza que a excepção era ao contrário. A generalidade das casas mais abonadas auxiliavam as carentes, nas aldeias mais à solta ou à vista, em Bragança as benfeitoras (a maioria do auxílio era prestado pelas mulheres) praticavam o recato cumprindo na íntegra a máxima: que a mão esquerda não saiba o que a direita faz.

Qua, 2013-12-18 18:13

Os prognósticos cumpriram-se e este texto, entregue na redação do Jornal um dia antes do da realização da prova, é a continuação do debate sobre a PACC (Prova de Avaliação de Conhecimentos e Capacidades), aplicada aos professores com menos de cinco anos de carreira, na suposição, repete-se, de que tudo decorreu dentro da normalidade, na passada quarta-feira.

Qua, 2013-12-18 18:10

O Papa Francisco caracterizou, através da sua exortação ao Mundo e, particularmente à Igreja, o atual estado da sociedade global, onde a globalização da indiferença fez do egoísmo, da segregação social e do controlo dos circuitos da finança a maior praga de exclusão e pobreza, onde cada pessoa é uma coisa, um número, ou apenas um resíduo de um mecanismo a que alguns se atrevem a chamar de economia do conhecimento e dos intangíveis.

Qua, 2013-12-18 18:08

Ye Natal siempre que nace un nino.
(adaige popular)

Qua, 2013-12-18 18:04

Mudam-se os tempos, alteram-se as vontades, invertem-se as prioridades e redefine-se a paixão pelas representatividades!...
Se tudo isto pode aplicar-se à forma como múltiplas atividades sociais, políticas, educativas, económicas, ou outras, têm evoluído, nas últimas três/quatro décadas, deve entender-se que a atividade e a paixão pelo desporto em geral e pelo futebol em particular são evidente prova disso mesmo.

Sex, 2013-12-13 12:52

Quando a sua pele sua, ela põe-se nua e vai-se lavar. Quando sai do banho limpa-se, veste-se, pinta-se, põe o perfume, toma o pequeno-almoço, calça as botas, pega na carteira e nas chaves, abre a porta da rua, dá duas festas ao cão, abre o portão, dispara o comando para o fechar e inicia o dia sentada na viatura velhinha do século passado.

Sex, 2013-12-13 12:49

Nelson Mandela e Xanana Gusmão são dois produtos do mesmo tempo: o do fim da Guerra fria, o da Glassnost e o do início da globalização (1986-1998).
Parece-me impossível falar de um sem falar do outro porque ambos realizaram parte do mesmo ideal: o da libertação dos respectivos povos contra a opressão e a injustiça. Ambos merecem o mesmo pedestal na história mas Mandela será universalmente conhecido por ser o líder de um grande e rico país.

Sex, 2013-12-13 12:47

Deve ficar na lembrança
Esta véspera de NATAL
Isaura Gonçalves do Zoio
Mãe como não há igual!...

Meus senhores lhes vou contar
Este crime causa horror
Destas mães crueis malvadas
Já nem a Deus tem temor…
(Bersos d’un folheto)

Sex, 2013-12-13 12:45

1. «O dinheiro é de quem o poupa». Era um dito da sabedoria popular, muito frequente na minha criação transmontana. Mas agora parece que é ao contrário. Ninguém quer a austeridade, que é o novo nome da poupança. Muita gente quer que o Estado gaste sempre mais. Para todos podermos gastar também mais. Ao contrário do dito popular antigo, agora gastar é que faz crescer a economia. Fará? Então porque é que a economia não cresceu, quando cresceu tanto o gasto público em Portugal?
 

Sex, 2013-12-13 12:43

“Habie uas stórias, uns folhetos, miu pai iba a las feiras i cumprába-los. Miu pai trazie siempre, iba siempre a la feira de Dues Eigreijas ou Palaçuolo ou a la de Sendin, siempre, siempre benie cun folhetos para casa: “Rosa, lei”. Fazie-me ler, fizo-me ler l libro d’Amor de la Perdição, fizo-me ler la Rosa do Adro, you sei alhá quantos lhibros el nun trazie.”
Tie Clementina Rosa Afonso  (Freixenosa)

Sex, 2013-12-06 15:21

Quereis conhecer la stória d’un pobo? Oubi ls sous remanses. Aspirais a saber daquilho que ye capaç? Studai ls sous cantares.
Antonio Machado Álvarez (1848-1893)

Sex, 2013-12-06 15:16

5. Particularmente chocante é que esta incompetente proposta de resolução europeia apareceu objectivamente como tentativa de evitar, ou boicotar, uma iniciativa pública popular europeia de grandíssimo volume, a «Iniciativa de Cidadãos Europeus “Um de nós” (“One of us”), empenhada em promover uma cultura de Vida na Europa, pondo cada pessoa e a sua dignidade incomparável no centro dessa cultura.

Ter, 2013-11-26 12:38

Dois acontecimentos, com significado para a nossa terra, foram notícia em Lisboa, na semana passada: começou a ser distribuído o grande dicionário do falar transmontano e alto-duriense e foi lançado um tratado que vai para lá do petisco, ambos de autoria bragançana, que ficam bem numa biblioteca, ou, na falta dela, na cozinha.

Ter, 2013-11-26 12:23

Fosse eu dado ao comércio epistolar de elogios na ânsia de daí retirar lucro de vaidade à conta do alheio e trataria de escarafunchar na Língua Charra palavras, palavrinhas e palavrões a ribombarem a colheita de A.M. Pires Cabral que agora coloca ao alcance de todos, e desta forma titulada.

Ter, 2013-11-26 10:10

Nesta época de marmelos, que eu adoro, podemos variar um pouco nas ementas lá de casa, sei que não temos por costume acompanhar marmelos com iguarias salgadas mas acho mesmo uma tentação pantagruélica e que resulta muito bem … do que tenho saudades mesmo é da marmelada branquinha que se faz em terras brigantinas!
 
Ingredientes
Para 4 pessoas
8 coxas de frango
Sal, pimenta preta
20 g de tomilho fresco (seco se não encontrar fresco)
5 cl de azeite
1 colher de sopa de mostarda
Sumo de um limão
50 g de pão ralado

Sex, 2013-11-22 11:57

A acção pauliana também chamada impugnação pauliana na tradição jurídica portuguesa, ou apenas pauliana na terminologia forense, é uma acção judicial pela qual o credor pode anular os actos do seu devedor que envolvam diminuição da garantia patrimonial do seu crédito. Dito de uma forma mais simples, o credor pode propor uma acção em Tribunal com o fim de invalidar as vendas ou doações que o devedor fez com intenção de não pagar as suas dívidas.

Sex, 2013-11-22 11:55

1.    Os rankings das escolas foram publicados há uma semana nos diversos jornais nacionais, que pegaram nos números do Ministério da Educação (ME) e os apresentaram com diferentes matizes, mas que, em geral, acabaram por não variar grande coisa, fosse qual fosse o filtro aplicado aos mesmos.
Este tipo de dados é apresentado todos os anos aos portugueses, de todas as regiões, de forma mais ou menos exaustiva, mas o que é verdadeiramente significativo é a relativa irrelevância dos mesmos para os pais e encarregados de educação, na hora de escolher a escola dos filhos.

Qui, 2013-11-21 17:04

“Paréce-me, Sancho, que nun han refran que nun seia berdadeiro, porque todos son senténcias  sacadas de la speriéncia, mai de las céncias todas.”
Miguel de Cervantes, Don Quijote (XXI)

Qui, 2013-11-21 16:59

Creio no amor que tudo vence, pois Deus é Amor, vencedor de todo o mal e de todo o pecado, Jesus é o Amor encarnado e foi vitorioso na Cruz, o Espírito Santo é amor eterno entre e o Pai e o Filho e torna-se fortaleza divina em todas as batalhas.
Creio no amor que tudo vence, pois foi o amor que nos salvou com sua entrega e oblação na Cruz, dando sentido ao sofrimento e à morte, vencendo seus inimigos e entrando na glória, entronizado à direita do Pai.

Qui, 2013-11-21 16:57

Assinaturas MDB