A opinião de ...

O direito à participação da criança, não só no contexto escolar, mas também em contextos plurais, transcende o mero cumprimento de diretrizes curriculares ou leis de proteção à infância.

Qui, 2024-03-07 10:10

Com o patrocínio do Expresso, a Merck promoveu um debate, com alguns reputados oradores, no âmbito da conferência que comemorou os 90 anos da farmacêutica, em Portugal, subordinado ao tema da equidade, diversidade e inclusão.

Qui, 2024-03-07 10:08

Ao contrário do que seria espectável, quanto mais a campanha eleitoral se foi aproximando do fim, mais a imagem dos candidatos e o mérito das propostas e das suas linhas programáticas, muito semelhantes a uma compilação de anedotas vulgares e de muito mau gosto, resvalou para um atentado soez e imbecil à inteligência dos eleitores, fatores que acabaram por desacreditar e rebaixar qualidade da campanha para patamares demasiadamente baixos, impossibilitando-a de se afirmar e tornando-a totalmente incapaz de esclarecer as pessoas da importância do muito que vai estar em jogo no próximo

Qui, 2024-03-07 09:58

Aldeia situada no extremo Sul do concelho de Bragança, pertence à União das Juntas de Freguesia de Izeda, Calvelhe e Paradinha Nova, que inclui ainda Paradinha Velha. Foi sede de concelho até 1836, quando passou a freguesia do concelho de Izeda.

Qui, 2024-03-07 09:57

O meu avô António era um tipo peculiar. Criado no seio de uma família de lavradores, durante o Estado Novo, desenvolveu uma série de regras mentais e temores. Sempre me disse, em período eleitoral, que era importante ir lá à urna deitar o voto. Não tanto pela preponderância da escolha mas “para que eles [subentendia eu que eles eram os que mandavam] não vejam depois nos cadernos quem não votou” e não prejudicassem os abstencionistas.

Qui, 2024-03-07 09:42

“A felicidade no trabalho é um ativo económico relevante? Uma pessoa infeliz produz em média menos 37%”. É a pergunta e a conclusão que titulam um artigo do Ministério Sombra, uma iniciativa do jornal Expresso , em cuja edição os especialistas abordam o valor económico da satisfação e da realização profissional, associados à qualidade da gestão dos líderes.

Qui, 2024-03-07 09:28

Vamos ter brevemente umas eleições no nosso país, ou seja, o povo vai decidir qual o futuro governo de Portugal. Foi uma conquista do 25 de Abril, consolidada com o 25 de novembro. O 25 de novembro foi uma movimentação militar que, conduzida por parte das Forças Armadas Portuguesas, levou ao fim do Processo Revolucionário em Curso (PREC) e a um processo de estabilização da democracia representativa em Portugal. Para mim começa aqui a democracia, tal e qual a conhecemos hoje.

Qui, 2024-03-07 09:26

Ultrapassado o «vendaval» Humberto Delgado de 1958, o início da guerra em África reforçou os laços entre o Poder Político e as Forças Armadas. Porém, a partir de 1968 a substituição de Salazar por Marcello Caetano, o desgaste pela continuidade do conflito e as crescentes exigências de recurso militares alterou o contexto. Obrigados a uma comissão de dois anos, o moral dos soldados diminuiu com os atrasos nas rendições.

Seg, 2024-03-04 15:28

Uma das principais qualidades de uma verdadeira Democracia é permitir reavaliar, de forma organizada e periódica, os destinos da Nação.
Consequentemente, com a maturidade própria advinda de 50 anos de democracia portuguesa, os portugueses, no próximo dia 10 de março, terão uma nova oportunidade para decidir, em consciência, que rumo deve ter o nosso País.

Qui, 2024-02-29 10:27

Terminou a pré-campanha e começou a campanha eleitoral. Na campanha eleitoral continua a manifestar-se a sensação de bipolaridade traduzida por: os bons estão de um lado e os maus do outro; os competentes estão de um lado e os incompetentes do outro; os experientes em governação estão de um lado e os inexperientes do outro; os que querem o desenvolvimento do país estão de um lado e os que não querem estão do outro.

Qui, 2024-02-29 10:20

Lembrando o proverbio “Logo se vê na aragem quem vai na carruagem”, a não ser que durante o resto da campanha eleitoral, os partidos tenham um rebate de consciência que os faça parar para tentar corrigir a inutilidade de tudo quanto disseram nos fastidiosos meses da pré campanha, fatalmente, esta poderá ser a realidade, nua e crua, com que o país poderá ser confrontado na noite do próximo dia dez de março, quando forem conhecidos os resultados das eleições dos quais, em tese, não está excluída a hipótese da repetição das eleições.

Qui, 2024-02-29 10:15

QUESTÃO:-“…Prazos a cumprir até à entrega da declaração modelo 3 de I.R.S.…”

Qui, 2024-02-29 10:14

É noite. São talvez vinte e uma horas.
Depois de lauto jantar e de uma enorme confusão,
Tal como, às vezes, acontece por lá,
O senhor Joaquim
Está sentado no sofá, despreocupado e sozinho,
A olhar a televisão.

Como não vê a telenovela, a mulher, resmungando,
Foi para outra sala vê-la.

A filha, a Manuela,
Que detesta aquele argumento e aquele guião,
Fechou-se no quarto dela
E ligou para ver o Festival da Canção.

Qui, 2024-02-29 10:13

Da obra O Erro de Descartes – Emoção, Razão e Cérebro Humano, de A. Damásio, cito: «Quase nunca pensamos no presente e, quando o fazemos é apenas para ver como ilumina os nossos planos para o futuro. Estas palavras perspicazes são de Pascal, que concluiu que o presente praticamente não existe, ocupados que estamos a olhar para o passado para planear o que se segue daqui a um instante ou num futuro remoto».
Andamos sempre a correr a fazer planos, num processo esgotante e incessante, e pouco ou nada raciocinamos para bem decidir.

Qui, 2024-02-29 10:12

Cada vez mais se percebe menos o que cada partido defende durante a campanha eleitoral para as Legislativas. Com três atos eleitorais em menos de seis anos (2019, 2022 e 2024), à razão de uma campanha a cada dois anos, tem-se assistido a uma ‘futebolização’ da política.
Correndo o risco de me repetir, aquilo que se vê nas televisões, ouve nas rádios e lê nos jornais nacionais, é a repetição de frases feitas e resposta a perguntas sobre a polemicazinha do momento, com a análise exaustiva do discurso durante as horas seguintes, sobretudo à noite.

Qui, 2024-02-29 10:10

Desafios na Promoção dos Talentos Locais:

Na região de Trás-os-Montes, caracterizada por uma natureza única e de tradições culturais distintas, o futebol de formação assume um papel desafiador e uma oportunidade singular. Distante dos holofotes das grandes cidades, as equipas de formação transmontanas enfrentam circunstâncias particulares, moldando jovens aspirantes poderem um dia brilhar nos grandes palcos.

Identidade Marcante:

Seg, 2024-02-26 18:02

A espuma desta fase eleitoral deve fazer-nos reflectir. O país não será o mesmo, seja qual for o resultado, complexo ou simples, depois das eleições. E haverá que reflectir não só pelo resultado mas desde já, e sobretudo, por tudo o que levou a que tivéssemos chegado aqui e por tudo o que se tem assistido neste período pré-eleitoral, um quase absurdo que culmina anos de caminhos e medidas políticas desligadas da realidade.

Sex, 2024-02-23 14:20

Proximidade às eleições é tempo de promessas e de ilusões. Os candidatos comportam-se como animais predatórios e a «selva» reclama garras afiadas. São muitos os chamados mas poucos os escolhidos. Libertária e neo-burguesa em aspiração, a cultura dos portugueses só reclama a social-democracia, ajudada pela mudança das caras na televisão. Assim tem sido desde há 50 anos.

Qui, 2024-02-22 10:17

De acordo com o período eleitoral que estamos a passar, (mais um !), começo este texto lembrando algumas palavras da língua portuguesa derivadas do radical latino “eligere”, como eleger, eleições, eleiçoeiro, “eleiçopatia”e eleiçomanía,as quais, conforme os casos, tanto podme significar a escolha responsável, livre e democrática, por meio do voto, dos mais altos responsáveis pelo governo dos povos, como dos dirigentes dum pequeno clube desportivo de bairro, ou duma pequena associação defensora dos direitos das plantas e dos animais.

Qui, 2024-02-22 10:13

Situada na veiga de Alfaião, perto da ribeira do Penacal, no sopé de um castro com vestígios recentes de romanização, a origem da capela supõe-se seiscentista. Frei Agostinho de Santa Maria, na sua obra «Santuário Mariano …» (volume V, 1716, p. 651) anota a sua existência e a grande devoção a “Nossa Senhora das Veygas”, muito “frequentada de romagens”. Mas acrescenta: “não pude descobrir nada dos principios daquella sagrada Imagem, nem da origem daquelle seu Santuario”.

Qui, 2024-02-22 10:11

Assinaturas MDB